Praça de táxis de Parede



Praça de Táxis de Parede

Situada no largo 5 de Outubro, esta praça de táxis deve ser a que mais trabalha em todo o concelho.
As gentes das localidades limítrofes, aqui se desloca, pois em pouco espaço, há um mundo de comercio.

Ao serviço da população de:
Parede

Para marcações ligue 919429670
email: geral@taxidalinha.com




Em 1527, por censo feito, aparece a Parede como pertencente a S. Domingos de Rana; a Aldeia de Rana, com os casais da Parede e da Rebelva, tinha treze fogos.

Respondendo a um inquérito ordenado por D. José I (Inquéritos Paroquiais - 1758), o pároco da freguesia de S. Domingos de Rana, fazia referência à parede como sendo um dos 24 lugares que compunham a dita freguesia. Nesse inquérito a Parede surgia na primeira posição em termos de número de fogos - 52 fogos - em relação aos restantes 23 lugares, e "estava sujeita à justiça de Cascais e à categoria da cidade de Lisboa". 

Há um século a esta parte, que a Parede sofreu notório desenvolvimento devido ao seu micro-clima. A sua praia é preferida a outras do concelho e considerada zona de interesse terapêutico, como atestam a instalação de dois estabelecimentos hospitalares: Sanatório Marítimo Carcavelos ( actualmente Dr. José de Almeida) em 24 de Agosto de 1902 e o Sanatório de Sant'Ana em 31 de Julho de 1904.

Estas características aliadas à inauguração da linha de caminho de ferro entre Pedrouços e Cascais (1889) e a posterior extensão até ao Cais do Sodré (1895) vieram proporcionar uma maior abertura da "Linha" à população de Lisboa.
Esta nova acessibilidade apoiou o desenvolvimento de algumas localidades, nomeadamente, a Parede. Com a electrificação da via férrea ( 1926) a acessibilidade a toda a Costa do Sol e a que a Parede não é excepção, sofre um importante incremento e a articulação transportes - veraneio/terapêutica eram por si só justificativos para o crescimento da Parede.

Não existem produtos para essa categoria.
Copyright © 2014 . Powered by RPS.com.pt